Como Surgiu a Ilha?

nov19

Como Surgiu a Ilha?

Uncategorized no responses

Fernando de Noronha está a 545 km da costa do Recife (PE), sendo formado por 21 ilhas e ilhotas e possui um delicado ecossistema. Com uma população de apenas 3,5 mil habitantes, o turismo é desenvolvido de modo sustentável.

Os que visitam esse santuário são recompensados com praias belíssimas de águas quentes, calmas e repletas de golfinhos e tartarugas marinhas. Tantas belezas naturais assim transformam Noronha em um dos melhores destinos de mergulho do mundo.

Ao mesmo tempo, o arquipélago oferece paisagens únicas e muita aventura. Mergulho, flutuação e trekking são algumas das opções que o visitante tem para entrar em contato com a natureza ao mesmo tempo em que pratica esporte e se diverte.

Entenda como surgiu Noronha

O arquipélago de Fernando de Noronha é a parte emersa de um grande edifício vulcânico com sua base a quatro mil metros de profundidade e cerca de 70 quilômetros de diâmetro. Ele faz parte de uma estrutura alinhada de diversos montes vulcânicos submarinos que se estendem até a costa brasileira.

Resultado de violentas explosões vulcânicas há 12 milhões de anos –que lançaram ao espaço uma grande quantidade de rochas, cinzas e poeiras– alguns desses montes começaram a surgir acima da superfície do mar, como é o caso de Fernando de Noronha.

História e curiosidades

Fernando de Noronha foi descoberto acidentalmente pela segunda expedição exploradora de pau-brasil, sob o comando do navegador Gonçalo Coelho. Já o primeiro a fazer registros deste paraíso foi o navegador italiano Américo Vespúcio. Com isso, a ele foi atribuída à descoberta em 10 de agosto de 1503.

Temendo novas investidas, o Reino de Portugal implantou um sistema defensivo composto de 10 fortes. Eles estão localizados acima de todas as praias onde era possível o desembarque marinho.

Deixe uma resposta

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

X